//
você está lendo...
Eventos

Palestra exclusiva: Pesquisa jurídica em Direito e Tecnologia

O grupo de pesquisa Cultura Digital e Democracia, liderado pelos professores pesquisadores Guilherme Sena, John Razen e Paulo Rená, apresenta a palestra Pesquisa jurídica em Direito e Tecnologia, aberta a toda a comunidade discente do Centro Universitário de Brasília – UniCEUB, dirigida especialmente a quem estiver cursando Monografia I neste primeiro semestre de 2017.

A apresentação será realizada nos dias 7 e 8 de junho de 2017, na sala de videoconferência do bloco 2, campus da Asa Norte. Cada estudante pode optar pela data e horário de preferência:

  • Dia 7 de junho (quarta-feira) das 11h30 às 12h30.
  • Dia 8 de junho (quinta-feira) das 17h30 às 18h30.

A partir da discussão do trecho de um episódio da série Black Mirror, da Netflix, o evento terá como objetivo explicar a dinâmica de funcionamento da pesquisa, prevista para o segundo semestre de 2017, e expor os principais tópicos do projeto, que trata dos diversos elementos que compõem a cultura digital (da aplicação de direito autoral sobre memes a pagamentos com bitcoin, passando por Marco Civil da Internet, regulamentação do Uber, proibição do Waze, direito ao esquecimento, neutralidade de rede, bloqueio do WhatsApp no Brasil, racismo, machismo e outros preconceitos no Facebook etc.), sempre com vistas às possibilidades que esses elementos trazem para a proteção dos direitos fundamentais e para o jogo democrático.

Não é necessário fazer inscrição prévia. A participação está sujeita à lotação da sala.

Caso necessite de mais informações, gentileza entrar em contato com a Central de Atendimento, pelo telefone 3966-1200.

Anúncios

Sobre Paulo Rená

Paulo Rená da Silva Santarém é jurista, ciberativista e flamenguista. Chefe de pesquisas do Instituto Beta: Internet & Democracia. Integrante fundador do Partido Pirata do Brasil. Em 2010 obteve o título de mestre em Direito, Estado e Constituição pela Universidade de Brasília com a dissertação "Direito Achado na Rede: a emergência do acesso à Internet como direito fundamental no Brasil", na qual recupera a história recente da mobilização social contra o AI-5 Digital até o surgimento do Marco Civil da Internet no Brasil. Servidor público federal do Tribunal Superior do Trabalho desde 2004. Entre 2009 e 2010 atuou na Secretaria de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, onde foi gestor do projeto de elaboração coletiva do anteprojeto de lei do Marco Civil da Internet no Brasil. Entre junho e setembro de 2012 coordenou o desenvolvimento da pesquisa Modelos de Negócios Abertos ("Open Business Models") pelo Centro de Tecnologia e Sociedade da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: